Inscreva-se no RSS

O que é 3G? Para que serve? Como funciona?

O termo 3G é uma tecnologia bastante comum nos dias de hoje no que diz respeito a celulares e internet móvel. Mas o que é exatamente isso? Na verdade, 3G é apenas um uma sigla que representa a terceira geração de padrões e tecnologias da telefonia móvel, substituindo o antigo 2G.

Com o 3G é capaz de aprimorar as transmissões de dados e voz, oferecendo velocidades maiores de conexão, além de outros recursos, como vídeo-chamadas, transmissão de sinal de televisão, entre outros serviços.

Antenas

Praticamente tudo! Pois a tecnologia de rádio para celulares surgiu nos Estados Unidos durante os anos 80, com o lançamento da rede de celular AMPS (do inglês: Advanced Mobile Phone Service). Ela usava o FDMA (Frequency Division Multiplexing Access) para transmitir voz através do sinal analógico. Está é então considerada a primeira geração móvel (1G).

Segunda geração 2G

Foi na década de 90, quando as operadoras móveis implantaram dois padrões concorrentes de sinal digital para voz: o GSM (Global System for Mobile Comunications) e o CDMA (Code Division Multiple Access). É nessa época que surgiu o celular no Brasil, apesar de que ele só ficaria popular a partir do ano 2000.

No Brasil a única grande operadora a adotar o CDMA foi a Vivo, enquanto Oi, Tim, Claro e Brasil Telecom adotaram a GSM. Ambas as tecnologias transmitem voz e dados. Anos depois, a Vivo abandonou o CDMA frente à popularização do GSM no Brasil e hoje não utiliza mais a tecnologia. No mundo todo, apenas os Estados Unidos e alguns países da Ásia utilizam o CDMA.

Já a terceira geração da tecnologia móvel é a que estamos vivenciando hoje. Em 1999, a União Internacional de Comunicações (UIT) criou o IMT-2000, um padrão global para o 3G com o objetivo de facilitar o crescimento, aumento da banda e suporte a aplicações diversas. Para conseguir evoluir para a nova tecnologia, as operadoras precisaram realizar grandes upgrades em suas redes existentes, o que levou ao estabelecimento de duas famílias distintas da tecnologia 3G: a 3GPP e a 3GPP 2.

3G4G

A 3GPP (3rd Generation Partneship Project) é uma colaboração entre grupos e associações de telecomunicações, formada em 1998 para fomentar a implantação de redes 3G que descendem do GSM. Essa tecnologia evoluiu da seguinte forma:

• GPRS – oferecia velocidades de até 144 Kbps;
• EDGE – atingia até 384 Kbps;
• UMTS Wideband CDMA (WCDMA) – com velocidades de até 1,92 Mbps;
• HSPDA – catapultou a velocidade máxima em até 14 Mbps;
• LTE – pode chegar até 100 Mbps (considerada de quarta geração).

A implantação da tecnologia GPRS começou no ano 2000, seguido pela EDGE em 2003. Embora essas duas tecnologias sejam definidas como 3G pelo padrão IMT-2000, às vezes são chamados de “2,5G” porque não trocam uma grande quantidade de dados.

A tecnologia EDGE ainda está sendo substituída pela tecnologia HSPDA em nosso país. Quem usa internet móvel 3G no Brasil já deve ter reparado que o indicador da conexão oscila entre duas letras: H e E, ou seja, HSPDA (em locais com cobertura 3G) e EDGE (onde ainda permanece a tecnologia 2G).

A tecnologia LTE é o próximo passo na evolução da rede móvel baseada na tecnologia GSM. Uma das várias padronizações da tecnologia 3GPP é o formato multimídia. É por isso que muitos vídeos gravados por celulares são salvos no formato 3GPP (ou apenas 3GP).

A segunda organização foi formada para ajudar as operadoras norte-americanas e asiáticas que usam o CDMA a evoluírem para o 3G. A evolução da tecnologia aconteceu da seguinte forma:

• 1xRTT – com velocidade de até 144 Kbps;
• EV-DO – aumentou a velocidade para 2,4 Mbps;
• EV-DO Rev. A – com velocidade de até 3,1 Mbps;
• EV-DO Rev. B – atingia velocidades de até 4,9 Mbps;
• UMB – programada para chegar a 288 Mbps (considerada de quarta geração).

A 1xRTT foi lançada em 2002, seguida pela EV-DO em 2004. A 1xRTT também é conhecida como “2,5G” por ser uma transação para a EV-DO. A EV-DO Rev. A surgiu em 2006 e agora está sendo sucedida pela EV-DO Rev. B. A UMB é a próxima geração da tecnologia, mas as operadoras acreditam que o serviço não irá “pegar”, e por isso estão pensando em evoluir para a LTE em seu lugar.

1G2G3G4G

O mundo no 4G com velocidades acima de 100Mbps

Na verdade, LTE e UMB são frequentemente chamadas de tecnologias 4G (quarta geração), pois aumentam consideravelmente a velocidade de download. Mas essa rotulação é um pouco prematura, pois a quarta geração ainda não foi regularizada pela UIC. A União Internacional de Comunicações está atualmente analisando as tecnologias candidatas a ganhar o status de 4G, incluindo a LTE, UMB e WiMAX.

As metas para a tecnologia 4G serão, entre outras, taxas de dados de pelo menos 100 Mpbs, uso de transmissão OFDMA, streaming de multimídia e muito mais. Atualmente a rede LTE já está em pleno funcionamento no Brasil.

0 comentários

Adicionar Comentário

Seu Nome:
E-mail:
Website:
Comentário:

Outros ArtigosIr para Homepage

Coisas que o iPhone 7 tem e o Samsung Galaxy S7 não

Coisas que o iPhone 7 tem e o Samsung Galaxy S7 não(0)

Já se parou para perguntar quais as coisas que o iPhone 7 tem e o Samsung Galaxy S7 não? Pois bem, o Smartphone mais conhecido planeta, o iPhone, que em sua sétima versão desembarcou no Brasil como de costume em novembro. O iPhone 7 possui um perfil resistente a água e poeira, áudio melhorado e com

O que causa as explosões do Samsung Galaxy Note 7?

O que causa as explosões do Samsung Galaxy Note 7?(0)

A Samsung e as explosões, onde irá acontecer daqui em diante? A Samsung, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo todo, está passando pela maior crise desde sua abertura. Tudo começou depois que os últimos modelos do Smartphone da empresa, o Samsung Galaxy Note 7, começaram a explodir enquanto carregavam. Diversas medidas já foram

O que é Java? Para que serve? Como funciona?

O que é Java? Para que serve? Como funciona?(0)

Certo dia você precisou acessar um determinado site e precisou ajuda de algum suporte técnico? Ele comentou que era problema no Java? O que é Java? Como funciona? Para que serve? Essas são as curiosidades que vamos explicar aqui na Escola da Tecnologia. Primeira o Java não é uma pessoa, e sim uma linguagem de

A importância do inglês na área da programação

A importância do inglês na área da programação(0)

Entenda a importância da língua inglesa na vida de um programador. Aprender inglês já deixou de ser uma questão de escolha e passou a ser requisito básico em muitas empresas brasileiras dos mais diversos setores. Na área da tecnologia, o conhecimento do idioma é ainda mais exigido e, se você está pensando em estudar programação,

Por que seu vizinho comemora a antes de você?

Por que seu vizinho comemora a antes de você?(0)

Você aí sentado na expectativa pelo último lance do jogo, e já o seu vizinho comemora a medalha ou gol obtida pelo Brasil. Você já parou para pensar o porquê disso? A resposta é que devido ao atraso na transmissão digital de imagem e som. O motivo do atraso se dá por que se leva

Leia Mais


Contatos e Informações

Rede Social

Categorias Populares

© 2014 Wordpress Escola da Tecnologia All rights reserved.